Erva Baleeira

Origem: México, Caribe e América Central até o sul da América do Sul

Procedência: Expontãnea

Indicações:

Interno

Sistema Gastrointestinal: é um tônico protetor do sistema digestivo.

Sistema Urinário e Genital: na prostatite.

Sistema Respiratório: na hidropsia.

Sistema Cardíaco, Sanguíneo e Circulatório: para gota.

Sistema Musculoesquelético e Conjuntivo: para doenças reumáticas, artrite, artralgias, artrite reumatoide, lumbago, em dores ciáticas, em contusões de toda ordem, dores musculares e da coluna vertebral e na mialgia.

Outros distúrbios: alivia febres.

Externo

Pele e unhas: em feridas.

Cavidade bucal: para inflamações bucais.

Músculos, ossos e articulações: nas dores musculares e da coluna vertebral e em contusões.

Outros distúrbios: previne o aparecimento de ulcerações.

Precaução: Seu uso não é recomendado na gestação e lactação. Uso contínuo máximo de 4 semanas.

Partes utilizadas: Casca e folhas.

Características Ayurvédicas

– Sabor: Amarga, adstringente

– Vipak: Picante

– Potência: Fria

Ação nos Doshas:

A Erva Baleeira reduz Kapha e Pitta e agrava Vata.

Descrição

Nome Científico: Cordia verbenacea DC. ou Varronia curassavica

Sânscrito:

Você já conhece os nossos cursos?

Queremos compartilhar nosso conhecimento com outras pessoas